ANA CECÍLIA BARROS 

Pedagoga com especialização em educação terapêutica antroposófica pelo Centre de Pédagogie Curative Perceval e pelo Heilpädagogisches Seminar (St. Prèx / Dornach – Suiça). Cofundadora da Aliança pela Infância e Professora de classe na Escola Waldorf Rudolf Steiner de São Paulo (2008 – 2012). Atualmente trabalha como professora de apoio pedagógico na EWRS e como membro da equipe de assessoria pedagógica do Instituto Olinto Marques de Paulo.

 

ANDI RUBSTEIN

Andi Rubinstein é contadora de histórias e bonequeira. Mestre em Teatro de Animação pela University of Connecticut, dedica-se a encontrar e revelar a poética das imagens contidas nas palavras. Uma das fundadoras da Cia Faísca – teatro de histórias e imagens, já ganhou diversos prêmios com seu trabalho no Brasil e no exterior.

 

ANDREAS SCHUBERT 

É formado em Física e Matemática, pela Universidade de Stuttgart, e em Ciências Sociais e Filosofia pela Universidade de Freiburg. Desde 1977 leciona as disciplinas de Física, Ciências Sociais e Filosofia no Ensino Médio da Escola Waldorf de Überlingen. De 1990 à 1997  foi Diretor do Conselho Internacional do Fórum Europeu para a liberdade na Educação. Desde 1996 é docente na  Formacão de Professores Waldorf em diferentes países. E é membro da  Junta Diretiva dos amigos da Educacão Waldorf (Freunde der Erziehungskunst  – Rudolf Steiner).

 

CLAUDIA JOHNSEN

Claudia Johnsen é professora de Artes no Colégio Micael, de São Paulo, onde atuou tanto no Ensino Fundamental como no Médio, ao qual dedica-se majoritariamente hoje. É pesquisadora do universo das cores, e nele crê firmar-se uma excelente ferramenta pedagógica. Sua principal formaçãofoi feira no Emerson College.

 

CLEONICE VIEIRA DOS SANTOS 

Pedagoga, formada pela PUC/SP. É professora Waldorf de Educação Infantil desde 1987. Trabalha na Escola Waldorf Rudolf Steiner. Cursou a formação de professores Waldorf em 1987 e a formação em Pedagogia Curativa, na Associação Beneficente Parsifal, em 2007. Dedica-se à formação de professores, ministrando temas ligados à criança de primeiro setênio, teatro infantil, as atividades do jardim Waldorf, maturidade escolar.

 

CONSTANZA KALIKS

Chilena, viveu a maior parte da vida em São Paulo. Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP), graduada em Matemática pelo Instituto de Matemática e Estatística da mesma universidade e em Pedagogia Waldorf no Goetheanum (Dornach, Suíça). Durante dezenove anos, lecionou no Ensino Médio da Escola Rudolf Steiner e na Formação de Professores Waldorf, em São Paulo. Desde 2012, dirige a Seção de Jovens do Goetheanum, em Dornach, na Suíça.

 

ELIZABETE FLORY

Elizabete Flory é psicóloga clínica, mestre e doutora pelo Instituto de Psicologia USP. Dedicou-se ao estudo do desenvolvimento infantil, tendo como referência a perspectiva Piagetiana. Seus temas de interesse são: a importância das experiências com o corpo para a construção da identidade, influências do bilinguismo sobre o desenvolvimento infantil, relações entre afetividade e cognição e o diálogo entre Steiner e Piaget. Fez aperfeiçoamento em Psicomotricidade (Alemanha) e graduação em Psicologia (USP). Ministra aulas como professora convidada pelo COGEAE e foi professora da Faculdade Mario Schenberg. Tem experiência como psicóloga escolar. Em consultório,  realiza  atendimento psicológico para adultos e crianças.

GLAUCE KALISCH

Glauce Kalisch, pedagoga pelo Centro de Formação de Professores Waldorf de São Paulo, atua há 7 anos na Educação Infantil, sendo 4 anos como professora de maternal na Escola Waldorf Rudolf Steiner. Vem desenvolvendo encontros, cursos, palestras e grupos de estudos junto ao Instituto de Desenvolvimento Waldorf, voltados para a educação infantil. Ministra épocas em Formações de Professores Waldorf. Engajada com o movimento antroposófico no Brasil, é membro da Seção Pedagógica, atuando em diversas frentes de trabalho.

 

GLAUCIA DE CASTRO ARAÚJO DOS SANTOS

Formada em Letras pela USP e em música pela Universidade Livre de Música. Foi professora de Ensino Fundamental II na rede pública e privada e no Colégio Micael. Atualmente atua como professora de classe de 2° ano na EWRS.

 

HELOISA BORGES DA COSTA  

Estudou na Escola Waldorf Rudolf Steiner, de 1966 s 1979. Formou-se em Pedagogia com habilitação em Supervisão e Administração Escolar e especialização em Educação Infantil. Realizou a formação Waldorf para jardineira e professora de classe no centro de Formação de Professores Waldorf. Foi jardineira de 1984 a 1989 e professora de classe de 1994 a 2014 EWRS. Atualmente é tutora de professores na Escola Waldorf Rudolf Steiner de SP, Escola Livre Areté de SP e Escola Associativa Veredas em Campinas.

 

IRCEU MUNHOZ JR.

Irceu Munhoz Jr. é sociólogo, pedagogo e professor Waldorf. Fez Seminários de Formação em Pedagogia Waldorf para Ensino Fundamental e Médio, participou em 2004 da implantação do Ensino Médio da Escola Waldorf Viver de Bauru, onde atuou na área das Ciências Sociais, Filosofia, Geografia, História, Atualidades e Tutoria de Classe. Na Escola Waldorf Aitiara, de Botucatu, realizou por anos as mesmas funções, até chegar à Escola Waldorf Rudolf Steiner, de São Paulo, como Professor de Classe. É membro da Sociedade Antroposófica no Brasil e de sua Escola Superior para a Ciência do Espírito. Desde 2009, é um dos Coordenadores do Grupo de Ciências Waldorf do Brasil, que oferece cursos de formação continuada para professores. Ministrou aulas sobre o terceiro setênio no seminário de Belo Horizonte, e atua como docente em cursos sobre Antropologia, Metodologia e Didática da Pedagogia Waldorf.  Desenvolve pesquisa sobre a Questão Social e a ideia de Liberdade, a partir das bases antroposóficas, colocando a Escola Waldorf como organismo ativo na construção de um futuro social saudável.

 

ISABEL FILARDO LAURETTI

* Pedagoga formada pela Universidade de São Paulo (USP), em 2008
* Pedagoga antroposófica formada pelo Centro de Formação de Professores Waldorf (CFPW) de São Paulo, em 2013
* Participou de formações sobre Aprender em movimento em 2014, no Instituto para Pedagogia Waldorf de Witten-Annen, com a professora Susanne Stott, em 2014 e 2015, no Instituto de Desenvolvimento Waldorf (IDW) e na Escola Associativa Waldorf Veredas, com o professor Martin Carle, e em 2016, na Escola Associativa Waldorf Veredas, com a professora Susanne Stott
* Estagiou sob supervisão de Michael Vagt, na Escola Waldorf Livre Hannover-Maschsee, em 2014, e Reinhard Schönherr-Dhom, professor da Escola Waldorf Livre Westpfalz e autor do livro sobre a sala de aula móvel “Lernen im bewegten Klassenzimmer”, em 2016
* Desde 2015, membro do grupo de estudos sobre Aprender em movimento de São Paulo

JONAS BACH JR  

É pesquisador sobre a educação em Steiner e a fenomenologia de Goethe no Pós-Doutorado na Unicamp, onde leciona a disciplina Antropologia Filosófica. Realizou Doutorado na UFPR e Alanus Hochschule, com tese sobre a Pedagogia Waldorf e o diálogo entre Rudolf Steiner e Paulo Freire. Como escritor, publicou os livros Sinasofia, Espírito de Surfista e Laboratório da Metamorfose da Alma, com temática relacionada à Antroposofia. Ministra cursos antroposóficos relacionados a diversos temas: o destino humano (Biográfico), filosofia de Steiner, etc.  É coordenador do projeto Ecosofia, a ecologia antroposófica, desenvolvido na Alemanha, com apoio do DAAD, nas instituições Universität Siegen e Alanus Hochschule. Na área artística é músico, teve o chorinho e o jazz como escolas e se dedica à música erudita. Foi diretor musical, arranjador e solista da Orquestra Harmônicas de Curitiba. No campo da educação, atuou como professor Waldorf. Como jornalista, trabalhou na Rede Paranaense de Comunicação (RPC), no jornal Gazeta do Povo.

LETICIA DORETTO

Formada em Bacharelado e Licenciatura em Dança pela Unicamp, desenvolve desde 1995, um amplo trabalho a partir das danças populares brasileiras, no qual elementos e matrizes da cultura popular são trabalhados como mola propulsora de um trabalho contemporâneo de sensibilização e resgate do movimento autentico na formação de artistas, professores, na criação de espetáculos e também em aulas abertas para o publico interessado.

Desde 1999 faz parte da “Cia Cênica Nau de Ícaros”, como intérprete, criadora e preparadora corporal, desenvolvendo junto ao grupo um trabalho de investigação de linguagem e criação de espetáculos.

Também atua como professora, coreógrafa, diretora e preparadora corporal em grupos, companhias e escolas, entre eles: “Cia Antônio Nóbrega de Dança” na qual é assistente de direção, interprete e coreógrafa, “Grupo Batuntã”, “Cia Gira”, “Núcleo de Pesquisa e Teatro Balangan”, “Cia Fabulosa de Teatro”, “Meninas do conto” e “Colégio Oswald de Andrade” onde leciona dança desde 2000 para alunos do Ens. Médio.

 

LUCIANA BETTI

Luciana Betti tem formação em  Artes Plásticas pela Universidade de São Paulo e em Escultura pelo Emerson College (Reino Unido) e pelo Centro de Artes (SP). É também  especialista em Arteterapia pela Universidade Paulista (SP). Atua como professora de Artes no Seminário de Formação de Professores da Escola Rudolf Steiner de São Paulo, e em Seminários de Pedagogia Waldorf e cursos de Terapia desde 1990. É coordenadora do curso de formação de professores de Botucatu, e autora da coleção de livros do Reino de Além-Véu.

 

LUIZA HELENA TANNURI LAMEIRÃO

Pedagoga formada pela Faculdade de Educação da USP, tendo se dedicado inicialmente à educação de crianças pequenas. Trabalha com a Pedagogia Waldorf desde 1979. Dedica-se a formação de professores e educadores para iniciativas sociais. Atualmente é professora e coordenadora do Centro de Formação de Professores Waldorf, leciona como docente convidada em diversos cursos de fundamentação em Pedagogia Waldorf no Brasil, cursos de pós graduação e formação, tanto para profissionais da educação , como da área de saúde. Autora do livro: “Criança Brincando! Quem a educa?” e de artigos para publicações da Aliança pela Infância.

 

MARCO ANTÔNIO CLÍMACO

Bacharel em Linguística e Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Goiás, onde atuou também como professor substituto em disciplinas ligadas à ciência e prática da linguagem (as quais também lecionou como professor convidado da PUC-GO). Doutor em Teoria e História Literária pela Unicamp, com tese a respeito das relações entre ética, epistemologia e  estética na vida e obra de J. W. Goethe, cuja pesquisa incluiu um estágio de 2 meses na cidade alemã de Weimar (onde Goethe viveu e trabalhou a maior parte da vida), financiada pelo DAAD. Atua como docente da disciplina ‘Teoria do Conhecimento de Rudolf Steiner’ em Cursos de Formação de Professores Waldorf pelo Brasil. Trabalha como revisor e colaborador de redação para editoras. É músico (flautista, vocalista e compositor) da banda goianiense Umbando, com destacada atuação no estado de Goiás e reconhecidas incursões fora dele.

 

MARIA CLARISSA MENDES

Estudou na Escola Rudolf Steiner de São Paulo, diplomou-se em Arquitetura e Urbanismo pela USP em 2005 e um ano depois obteve licenciatura em educação artística pela Faculdade Belas Artes. De 2004 a 2007 trabalhou como professora de artes na Escola Rudolf Steiner de São Paulo, lecionando desenho, pintura, modelagem, gravura e história da arte para o ensino médio. Em 2008 cursou seminário artistico-pedagógico na França (Foyer Michael) e de 2009 a 2012 estudou pintura artística na Assenza Malschule e Visual Art School Basel (Suíça). Atualmente está de volta à São Paulo, leciona artes na Escola Waldorf Francisco de Assis e nos cursos do Instituto de Desenvolvimento Waldorf e continua a desenvolver seu trabalho artístico autoral com a pintura e o desenho.

 

MARIA EUGENIA PONCE

Professora Waldorf de Educação Infantil há 33 anos. Formada pelo Seminário de Formação de Professores da Escola Waldorf Rudolf Steiner. Formada em Pedagogia Curativa pela “Freie Hochschule für Antroposophische  Pedagogik em Manheim (Alemanha). Curso de Medicina Antoposófica e Massagem Rítmica. Coordenadora e docente da Formação de Professores Waldorf no Brasil e América Latina. Co-fundadora da Escola Livre Areté.

 

MARIA FLORENCIA GUGLIELMO

Formada em terapia ocupacional pela USP em 1996, especializada em terapia ocupacional dinâmica pelo Centro de Estudos de Terapia Ocupacional (CETO) em 2001, formada em Pedagogia Waldorf no Centro de Formação de Professores Waldorf em 2007, especializada em Teoria Psicanalítica pelo COGEAE-PUC em 2009, Mestra pelo Departamento de Psicologia Experimental do Instituto de Psicologia da USP em 2014. Atuou como terapeuta ocupacional em psiquiatria infantil e foi professora de classe da Escola Travessia. Atualmente trabalha como Apoio Pedagógico da Escola Waldorf Rudolf Steiner e na coordenação do Instituto de Desenvolvimento Waldorf.

 

MELANIE MANGELS GUERRA

Estudou na Escola Waldorf Rudolf Steiner, diplomou-se em Enfermagem e Obstetrícia pela USP. Realizou a formação em Pedagogia Waldorf para professor de classe no Centro de Formação de Professores Waldorf. De 1997 a 2011 foi professora de classe na Escola Waldorf Rudolf Steiner. No mesmo período, lecionou no Centro de Formação de Professores Waldorf em São Paulo, ministrando Mitologia Nórdica, primeiro, quarto, quinto e oitavo ano escolar, antropologia geral e imagem e fantasia. Atualmente, faz parte da coordenação do Centro de Formação de Professores e do Instituto de Desenvolvimento Waldorf. Mestranda da Faculdade de Educação da USP.

NÁDIA MURADI

Formada em Educação Física, Técnicas Desportivas e Euritmia.
Especialidades: Euritmia Pedagógica, Euritmia Artística, Danças.

 

PAULA CRISTINA S. HADDAD LEVY

Pedagoga formada pela USP. Professora Waldorf de Educação Infantil desde 1989. Trabalhou como professora de maternal na Escola Waldorf Rudolf Steiner, de 2005 a 2013. Professora-fundadora do Jardim Michaelis do Rio de Janeiro, em 1994. Fundadora da Associação Pedagógica Antroposófica Michaelis. Docente de cursos de formação de professores, já ministrou os seguintes temas: A criança de 0 a 3 anos; Desenvolvimento dos Sentidos Corpóreos; Primeiro Setênio; Desenho Infantil; Maturidade Escolar; Brincar; Festas Anuais. Atualmente é coordenadora do Centro de Formação de Professores Waldorf em São Paulo e do Instituto de Desenvolvimento Waldorf.

 

REINALDO NASCIMENTO

Reinaldo Nascimento, 36 anos, terapeuta social e educador físico e social. Trabalhou durante muitos anos anos com portadores de necessidades especiais e com crianças e jovens de várias comunidades diferentes.
Hoje trabalha com o Amigos da Arte de Educar, coordenando o trabalhos dos voluntários alemães que vem a o Brasil e dos voluntários brasileiros que vão à Alemanha. Desde 2011 faz parte do time internacional da Pedagogia de Emergência, atuando principalmente em campos de refugiados no Quênia, Líbano e Iraque.

 

RENATA MATTAR

Cantora, instrumentista e pesquisadora das tradições populares brasileiras. Como pesquisadora, realizou mapeamento dos cantos de trabalho ligados à agricultura em 19 comunidades espalhadas pelo Brasil, visitando e registrando os cantos de trabalhadores rurais, através do projeto intitulado Sons e Imagens da Terra. EM 2007, fundou a Cia Cabelo de Maria, ao lado do musico Gustavo Finkler, e realizaram o espetáculo e os CD “Cantos de Trabalho”, “São João do Carneirinho”, o livro/cd “Como tudo começou” e o CD Baianás, parece cinema e o espetáculo Poin, Pequena Orquestra Interativa.

RENATA MEIRELLES 

Renata Meirelles é idealizadora dos Projetos Território do Brincar (www.territoriodobrincar.com.br), co-realizados com o Instituto Alana, e do Projeto BIRA – Brincadeiras Infantis da Região Amazônica (www.projetobira.com). Ambos têm por foco a pesquisa, o registro e a difusão da cultura da infância. Foi também diretora de documentários de curta metragem sobre a infância e o brincar, já premiados em festivais nacionais e internacionais e codiretora do filme Território do Brincar. Atuou ainda como curadora das exposições Trilhas do Brincar, Mais de Mil Brinquedos e Território do Brincar, e é autora do livro Giramundo.

Sandra Eckschmidt é mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Coordenadora da Escola de Educação Infantil Casa Amarela e da Formação em Pedagogia Waldorf de Florianópolis. Consultora do Projeto Território do Brincar, também atua na área da infância, do brincar, da Educação Infantil e de narrativas autobiográficas sobre a infância. Pesquisadora do Núcleo Infância Cultura e Arte. (NICA/UFSC) Professora convidada do Center of Creative Education de Cape Town África do Sul e autora do livro A Arte de Lembrar e Esquecer: Narrativas Autobiográficas de professores sobre a sua infância.

RENATA ROSA 

Cantora, rabequeira, atriz e pesquisadora, há anos vive mergulhada no contexto poético-musical da Zona da Mata Pernambucana e do Baixo São Francisco Alagoano.Estudou Letras e Fonoaudiologia na USP e Música com habilitação em Canto na Universidade Livre de Música Tom Jobim. Aprendeu a arte do canto sinuoso caboclo no seu convívio na Aldeia Kariri-xocó/AL (com Cema, Noraia e Thydjo) e na Aldeia Pankararú/PE .      Integrou o Núcleo de Ação e Performance do Pólo Sul Americano do Ator Contemporâneo (RJ), dirigido pelo diretor iraniano e pesquisador das linguagens teatrais Massoud Saidpour. Desenvolveu o trabalho de pesquisa sobre movimento e voz “Canto e dança  – o impulso na voz e no corpo” a partir dos cantos caboclos do Baixo São Francisco e vem ministrando workshops a inúmeros  Centros de formação e Companhias de teatro, música e dança no Brasil e no exterior, com destaque para: VIVA! Performances (Cleveland Museum of Arts /Ohio), Centre Hippocampe e Theatre de la Ville  (Paris), Conservatórios de Amsterdam e de Roterdam , Conservatório de Rouan (Normandia), Oficinas de Música de Curitiba, LUME (Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais da Unicamp), entre outros.Foi a personagem Maria Safira da minissérie A Pedra do Reino, de Luis Fernando Carvalho, para a qual também musicou os poemas de Ariano Suassuna e dirigiu o Coro de Maria do Badalo. Seus discos receberam os Prêmios CHOC DE L’ANNÉE 2004 ( Melhor disco de Música do Mundo – Zunido da Mata) e Prêmio da Musica Brasileira 2009 (Melhor Cantora – Manto dos Sonhos). A convite do Museu do Louvre desenvolveu a criação musical Duos Éphémères  para a coleção de filmes mudos do final do séc XIX e início do séc XX da Cinemateca do Louvre, em 2012. Com Edu Lobo e o Quarteto de cordas do Estado de SP apresentou-se no show de abertura da FLIP 2010, em homenagem a Gilberto Freire. Foi idealizadora e uma das diretoras do espetáculo Lo Cor de la Rosa, com o grupo de polifonia vocal occitano Lo Cor de la Plana em 2009 pelo Ano da França no Brasil e diretora musical do projeto Renata Rosa e a Polifonia Kariri-Xocó, com os índios da tribo Kariri-Xocó, cujo estréia se deu no Theatre de la Ville de Paris em 2009. Foi professora nas Oficinas de Música de Curitiba. Foi colaboradora do Projeto Scambio dell’ Arte ( Projeto de intercâmbio de linguagens sobre máscaras e manifestações espetaculares do Brasil e Itália. Commedia dell’ Arte e Cavalo Marinho).

 

ROGÉRIO CALIA

É docente na faculdade de Economia e Administração da USP Ribeirão Preto, onde leciona e pesquisa sustentabilidade ambiental e filosofia aplicada. Doutor em Administração de Empresas pela FGV-SP e doutor em Engenharia de Produção pela USP São Carlos, trabalhou oito anos na 3M do Brasil, atuando em sustentabilidade ambiental e em gestão de projetos para gerar resultados com metodologias reflexivas (Teoria das Restrições e Seis Sigma). Foi aluno em escolas Waldorf de 1976 a 1988.

 

ROSEMEIRE OLIVEIRA RESENDE LAVIANO 

Graduada em Letras e Pedagogia. Mestre em Saúde da Comunicação Humana pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa. Especialização em Pedagogia Waldorf pelo Centro de Formação de Professores Waldorf de São Paulo. Certificação em Recursos Especiais pela Association for a Healing Education . Certificação em Gestão de Mudança pelo Instituto Ecosocial e no Programa de Preparação de Tutores pela Federação das Escolas Waldorf do Brasil.

Professora durante 12 anos com turmas de Educação Infantil Waldorf. Estágios em Educação Infantil Waldorf na Inglaterra, Escócia e Espanha. Docente em Cursos de Formação de Professores em ONGs, escolas públicas no município de São Paulo, em cursos de especialização em Pedagogia Waldorf. Consultora educacional em educação infantil. Contadora de histórias para crianças. É autora e docente do curso A Arte de Educar em Família.

Casada há 32 anos e mãe de uma filha e um filho.

 

RUDOLF KAESBACH 

Nascido no Rio em 1950. Formação em escultura em Dornach, Suíça. Trabalha como professor de artes na escola de Marburg, Alemanha. Desde 1980 é coordenador da escola de Artes Visuais e Escultura no Emerson College, Inglaterra.

THAÍS BRANDO FARIA

Formada em Ciência Socias pela USP, possui um mestrado na área de Psicologia da Educação da Unicamp, mais especificamente no Grupo de Pesquisa Pensamento e Linguagem. Também conluiu o Curso de Formação para Professores Waldorf, com especialização no Jardim de Infância. Trabalhou entre 2014 e julho de 2016 na Escola Livre Areté, em São Paulo. Desde agosto de 2016 está viajando de país em país, de escola Waldorf em escola Waldorf e agora volta ao Brasil para compartilhar contos que ouviu e viu pelos quatro cantos do mundo.

 

THAIS FERRARA

Thais Ferrara,  graduada pela Escola de Arte Dramática da Usp. Trabalhou nos centros comunitários de Santo André ministrando oficinas de teatro, jogos e improvisação para o público morador;  participou da  ocupação do espaço Tendal da Lapa  em São Paulo e da  transformação deste espaço em Centro Cultural  celebrando  a ocupação com duas montagens teatrais  realizadas  com os   moradores do bairro da Lapa e entorno com texto extraído da memória local.  Realizou concertos didáticos com a Orquestra Sinfônica Infanto-juvenil da Escola  Municipal de Música “ A Orquestra e o Palhaço”     para públicos diversos.  Também  realizou Concertos Didáticos junto à  Osusp para  escolas. Trabalha com Doutores da Alegria há 22  anos  tendo realizado intervenções artísticas em hospitais públicos, participando da gestão  e atualmente,   integrando  o  núcleo de formação da Instituição.    Também fez formação em Psicologia.

 

SANDRA ECKSCHIMDT

Mestre em Educação, na linha Educação e Comunicação, pela Universidade Federal de Santa Catarina. Coordenadora na Formação de Professores em Pedagogia Waldorf de Florianópolis. Integrante da Escola de Educação Infantil Casa Amarela de Pedagogia Waldorf. Consultora do Projeto Território do Brincar que pesquisa e registra as brincadeiras e brinquedos das crianças do Brasil.

 

SANDRA FRANCELINO HIGASHI

Formada em Educação Artística e Pós graduada em Artes Plásticas. Atuou nas redes pública e privada, trabalhando com crianças e jovens. Em 2008 concluiu sua formação em Euritmia Artística e Pedagógica pela IMO/ABRE – Associação Brasileira dos Euritmistas.  Atualmente é professora de Euritmia (Escola Waldorf Rudolf Steiner), faz parte do grupo artístico Vuelo e é membro da Diretoria da Abre.

 

SANDRA DE SOUZA LOBO STIRBULOV

Psicóloga graduada pela Universidade de Brasília-UnB. Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo-USP. Formação básica no Seminário Pedagógico Waldorf- Escola Waldorf Rudolf Steiner.  Participação como ouvinte no curso de Pedagogia Curativa ministrado por Evelyn Scheven.   Certificação em Recursos Especiais pela Association for a Healing Education Waldorf Education Resource Teacher Training. Formação em Psicoterapia baseada na Antroposofia pela Escola Livre Superior de Ciência Espiritual Seção Médica – Coordenação Internacional de Medicina Antroposófica. 

Atua em consultório particular como psicóloga clínica há 36 anos. Foi professora supervisora de Estágio em Clínica na Universidade Paulista- Unip durante sete anos. Consultora em escolas de São Paulo com orientação e docência em cursos para pais, professores e equipe de direção desde 1980. Professora do curso de pós-graduação Lato Sensu Psicologia Clínica e Antroposofia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Docente em curso de aperfeiçoamento no Instituto Sedes Sapientiae. É autora e docente do curso A Arte de Educar em Família. 

Casada há 34 anos e mãe de duas filhas.

 

SILVIA R JENSEN

Educadora infantil, trabalha na Escola Waldorf Anabá, em Florianópolis, há 23 anos. É a representante do movimento brasileiro de Educação Infantil Waldorf junto à  Iaswece, Associação Internacional Waldorf/Steiner de Educação Infantil.  Formou-se em Pedagogia Waldorf no Emerson College em 1986/87. Nos verões de 2009 e 2010 fez curso de formação em Teatro Infantil com Susan Down nos Estados Unidos. Há anos ensina a importância do Teatro de mesa/chão na educação infantil, dando ênfase à formação de cenário de acordo com as cores, luz e sombra, linha, volume, superfície e reconhecendo  a  importância do gesto de acordo com o papel do boneco/animal. Auxilia na criação e escolha de histórias pertinentes a cada idade,  além de confeccionar bonecos e outros acessórios.

 

TANIA BERGAMO

Professora de Educação Física, com formação e especialização em pedagogia Waldorf, recursos especiais e ginástica bothmer. Atua na área de educação física em instituições pedagógicas, terapêuticas e esportivas desde 1992. Membro fundador do grupo de Educação Física e Ginástica Bothmer no Brasil. Organizadora e docente dos Congressos de Movimento da América do sul. Coordenadora e docente da Formação Livre de Ginástica Bothmer. Docente em Seminários e Congressos e formação de pedagogia Waldorf.

 

TARITA DE SOUZA

Cantora, compositora, regente, arranjadora e preparadora vocal. Formada em Licenciatura em Música pela Universidade de São Paulo em 2004 e pós-graduada em canção popular brasileira pela faculdade Santa Marcelina em 2013. Na área de educação musical atua há 13 anos como regente e professora de musicalização do colégio Waldorf Micael de São Paulo. Foi professora de canto do teatro escola Brincate por três anos (2006-2009) e também na Escola Viva (2001-2004). Professora de canto e linguagem musical para professores da rede pública, no projeto de capacitação de professores da ONG IOMP- Instituto Olinto Marques de Paulo (2009/2010). Como cantora, lançou em 2014 seu primeiro disco solo, A árvore e o vento.